BOLINHA DE GUDE BEM INTENCIONADA

Parabéns, hoje você encontrou uma bolinha de gude bem intencionada!!!

Parabéns!!! Você atraiu uma Bolinha de Gude Bem Intencionada. Ao embalar cada bolinha é criada a boa intenção, para quem a receber, de pensamentos felizes e prósperos. O convite é para que você possa continuar reprogramando sua bolinha de gude com seus pensamentos de esperança, foco e felicidade. A proposta dessa ação e desse blog é disseminar uma corrente de felicidade pelas cidades. Para isso é proposto, que toda vez que tocar na bolinha, você tenha pensamentos de gratidão, doação e intenção (veja mais informações nos textos laterais e postagens).
Nenhuma ação mística ou espiritual é atribuída a bolinha de gude a não ser o uso da mesma para condicionar boas práticas de pensamentos positivos e intencionalidades. Boa sorte!!!

Eric Boragan Gugliano

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Ciência do impossível -SCI

   Há tempos o uso de poderes psíquicos são observados, mas agora a ciência está dando mais ênfase ao entendimento desses poderes.  O programa denominado a ciência do impossível, do canal SCI, conta várias histórias de como isso é possível.  Uma delas é de  Joe McMoneagle, soldado americano que lutou na guerra do Vietnã e foi seriamente ferido. Quando se recuperou, desenvolveu  capacidades psíquicas. De sua casa ele conseguia enxergar lugares distantes.   O pesquisador Ed May convenceu a CIA de que poderiam utilizar esses poderes para enxergar o campo inimigo. Baseado em fotos de pessoas John consegue descrever em torno de 70% o lugar onde a pessoa se encontra. O programa SCI fez um teste com John o entregando a foto de uma pessoa que havia estado no aeroporto de  Stanled -Inglaterra. Curiosamente ele descreveu com detalhes o lugar como a cobertura , vidros, luz, claraboia, a capela, estação de metrô, motores. Ele capta fragmentos mentais do observador, apenas olhando para sua foto. Esse dom é denominado de Percepção Extra Sensorial (ESP).  O pesquisador Ed May conclui que estamos lidando com outro sistema sensorial que seria o nosso sexto sentido.

   Como ondas de rádio que chegam a todo momento, podemos sintonizar uma dessas ondas.  O Pesquisador Michio  Kaku (Universidade de Nova York) acredita que existe uma hipernergia em dimensões mais altas e que podemos ter acesso a esse hiperespaço através da mente. A tecnologia moderna não detecta essas outras dimensões. Para ele o hiperespaço explicaria a ESP.

Outra aplicação para o uso da ESP é a parceria na solução de crimes. O policial Richar Keaton trabalha há 30 anos com parceiros psíquicos como Amnette Martin. Ela consegue descrever com precisão as imagens, cheiro, audição como se fosse uma fita de vídeo gravada da cena do crime. Ao observar a foto de uma pessoa ela  descreve poder captar a energia impregnada . Esse tipo de parcerias inspirou, inclusive, várias séries e filmes americanos.

A Pesquisadora Brenda Dunn do laboratório de Princeton está desenvolvendo um projeto onde voluntários conseguem influenciar um aparelho de computador apenas com a intenção. O computador gera números maiores ou menores do que 100 de forma aleatória. O voluntário determina se o número será maior ou menor e consegue controlar as aparições dos números na tela apenas com a intenção mental. De acordo com o pesquisador Bob Jahn (da mesma universidade)  a mente consegue afetar a matéria com certeza. Essa ciência é denominada de psicocinese onde apenas a vontade do sujeito afeta a matéria. Experimentos demonstraram que intenções a distância podem afetar a diminuição dos batimentos cardíacos de uma pessoa, assim como curandeiros que conseguem afetar uma amostra de tecido coletada. Mas a cura de fato, segundo o pesquisador, apenas acontece quando a mente do paciente colabora no nível mais profundo de sua psique e que a cura psíquica acontece quando nossa mente diz a mente do paciente o que fazer.

   Em Nevada a pesquisadora Maryn Schimity  realiza experimentos com voluntários que  são avaliados em sua reação mental a cada imagem aleatória que aparece no computador. Quando são imagens bonitas a reação é bem diferente de imagens de crimes, por exemplo, o que é o esperado. O mais interessante desse experimento é que a reação acontece antes da foto aparecer, como se a mente da pessoa já soubesse a imagem que apareceria, portanto utilizando da interação com outra dimensão do tempo e espaço.

   O programa termina com a história de George Rodonaia um pesquisador e ateu Russo que foi atropelado e faleceu no hospital ficando por 03 dias no congelador. Ele descreve sua experiência de mudança de consciência e o que observou, inclusive o nascimento da filha de seu melhor amigo. A criança não parava de chorar e nenhum médico descobria. Ele sabia que ela estava com o quadril deslocado. Quando foram fazer sua necropsia (após 03 dias ) ele acordou e pode comprovar suas visões de morte. A menina faleceu alguns dias depois.  George mudou-se para os EUA e hoje atua como pastor.

   A fé é uma ferramenta essencial e a mente pode se movimentar no tempo e espaço.  O único meio para acessar o hiperespaço é treinar a mente para deixar o corpo através da meditação profunda. Portanto a ciência afirma que podemos nos transportar no tempo e espaço  enxergando situações distantes, assim como, afetando a matéria não viva e viva com nossa intencionalidade.




  Convido a assistir a esse documentário no link  acima para perceber que histórias como a bolinha de gude bem intencionada não são meras invenções e que o poder da intencionalidade cada vez mais está sendo estudado.

2 comentários: