BOLINHA DE GUDE BEM INTENCIONADA

Parabéns, hoje você encontrou uma bolinha de gude bem intencionada!!!

Parabéns!!! Você atraiu uma Bolinha de Gude Bem Intencionada. Ao embalar cada bolinha é criada a boa intenção, para quem a receber, de pensamentos felizes e prósperos. O convite é para que você possa continuar reprogramando sua bolinha de gude com seus pensamentos de esperança, foco e felicidade. A proposta dessa ação e desse blog é disseminar uma corrente de felicidade pelas cidades. Para isso é proposto, que toda vez que tocar na bolinha, você tenha pensamentos de gratidão, doação e intenção (veja mais informações nos textos laterais e postagens).
Nenhuma ação mística ou espiritual é atribuída a bolinha de gude a não ser o uso da mesma para condicionar boas práticas de pensamentos positivos e intencionalidades. Boa sorte!!!

Eric Boragan Gugliano

domingo, 12 de fevereiro de 2017

SABEDORIA, CORAGEM E COMPAIXÃO

  

  
 O que de fato significa felicidade? Na filosofia antiga havia a crença de que o estado de felicidade dependia de nossa atração pelo anjo bom, do contrário, o anjo mau nos encaminharia para as tragédias humanas.

  Em outras explicações filosóficas o conceito de felicidade tinha a ver com as medida do prazer proporcionado em nossas vidas,  não somente o prazer material mas também o  prazer da alma conseguido por uma prática virtuosa. Uma das crenças curiosas dizia que o otimismo não gerava felicidade, pois quando a pessoa tem muito otimismo sobre qualquer assunto, poderia se decepcionar facilmente. Um exemplo disso é sair de carro por uma cidade bem populosa acreditando que as pessoas serão educadas no trânsito. 

  A felicidade é sentida quando reforçamos nossas relações interpessoais e com o planeta, quando enxergamos a realidade das situações ruins e mesmo assim continuamos o nosso objetivo de continuar a remar em ventos contrários. Felicidade é atingir uma meta, independente de qual seja.
  
  O filósofo Daisaku Ikeda diz que o propósito da educação é ensinar não somente conteúdos, mas criar a felicidade, ou a tarefa da educação é assegurar conhecimento para que possa causar felicidade e paz humana, sendo a educação o caminho mais demorado para a transformação social e , segundo ele, estaríamos falhando em colocar a felicidade do ser humano como meta principal. Ele propõe uma educação focada no humanismo e em três princípios: Sabedoria, Coragem e Compaixão.  A sabedoria para percebemos a interação da vida e do ambiente; coragem para não negar as diferenças; compaixão para mantermos uma empatia imaginativa que ultrapasse as imediações e alcance as pessoas que estão sofrendo em locais distantes. A cada minuto de nossas vidas temos que ter sabedoria para nossas atitudes, coragem para mudarmos situações que não nos cause felicidade e compaixão para nos relacionarmos com todos os seres. De que forma vamos superar a ganância e o preconceito? Como vamos aumentar a empatia por todos? A resposta seria uma educação focada no valor humano que não cria pessoas egoístas, sendo o maior valor para a educação a felicidade. O humanismo deve ser o princípio de todo o sistema educacional

 Assim como o "anjo mau e anjo bom" , o bem e o mal existem nas vidas das pessoas e temos que aprender a cultivar as qualidades positivas em nós mesmos como nos outros. Quanto mais boas intenções e pensamentos de paz tivermos, mais contagiantes serão nossas relações com o mundo que nos cercam. Portanto temos que ter coragem para mudarmos nossas realidades. Como disse Raul Seixas na música Aquela Coisa: " Mas é possível você tentar, talvez alguma coisa muito boa possa lhe acontecer." A educação deveria capacitar cada pessoa com força para vencer as próprias fraquezas, prosperar em meios as realidades sociais e criar novas vitórias para o futuro.

  A vida da pessoa que sofre é cheia de por quês: Por que não tenho um bom emprego? Por que não tenho um bom relacionamento? Por que não fiz aquilo no passado ....? Tantos questionamentos que podem nos levar a depressão e a tristeza. Podemos transformar isso com a mudança de pensamento com um novo espírito de gratidão por tudo que ficou no passado. Ao invés dos por quê, que tal: "Sou muito grato por tudo que me aconteceu." 

 A vida é uma viagem que necessita de bom humor, riso e coragem. Que os anjos bons e ruins que nos atormentam sirvam de estímulos para conquistarmos nossa felicidade interior, independente da vida que passamos no passado, presente ou futuro. Enquanto o "sistema" não nos beneficia a sermos felizes, busquemos na nossa própria vida de quedas e levantadas, a força para sermos felizes e essa é a meta principal para vivermos. Vamos treinar a prática da sabedoria, coragem e compaixão? Lembram-se do desenho Bem Bem e Mau Mau? No final o bem sempre vencia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário